GestaVida

Photos + Videos + Location + Profile + Media

O que levar para o trabalho de parto no hospital? - Calcinhas plenitude ( fralda geriátrica super confortável que você pode começar a usar em casa se romper a bolsa ou se começar a sangrar, ou se não quiser surpresas no caminho do hospital - romper a bolsa no carro e sujar tudo! sugiro ir com a fralda no caminho do hospital também) . - Havaianas ou sandálias anti derrapantes ( para usar durante todo o trabalho de parto, provar antes) . - 3 Top tomara que caia, biquíni ou um que abra na frente, deixe o modelo nadador em casa! . - Absorventes de camomila para o períneo ( diminui o inchaço e alivia a sensação de ardência) . - Vestido longo/ saia longa para se movimentar durante o trabalho de parto ( vestido curto mostra os “fundos” na hora dos exercícios . - Água de coco/gatorade para se hidratar . - Chocolate/mel/açaí para dar energia . - Borrachinha de cabelo extra . - Sunga ou short de banho para o marido e uma roupa extra . - Playlist com músicas que gosta de cantar (para tirar o foco das contrações) Thais Ramos Fisioterapeuta especialista em Saúde da Mulher Parceria: @gestavida e @momvibes.official Dica em especial para as mamães que pretendem fazer parto normal, tudo isso me ajudou muito, sobretudo o absorvente com camomila!!! Monize #partonormal #trabalhodeparto #gestante #parto #gravidez #gravidez #gestante #parto #partonormal #trabalhodeparto
Amo essa foto!! Quando o bebê termina de nascer, acontecem duas coisas simultaneamente: 1) a dor cessa, e a sensação de alívio é imediata; 2) a mulher, que estava liberando altíssimos níveis de ocitocina e endorfinas (os mais altos de sua vida), de repente sente uma alegria incrível, geralmente descrita como a maior de suas vidas. É o momento do pico de ocitocina que favorece a formação do vínculo entre mãe e bebê. O "high" sentido pela mulher logo após o parto natural é uma das experiências mais intensas que ela pode experimentar em toda a sua vida. Biologicamente, esse pico de ocitocina tem duas funções claras: ajudar na expulsão da placenta e no retorno do útero ao seu tamanho normal e promover o vínculo entre mãe e filho e a amamentação, já que a ocitocina também está relacionada com a produção de leite. Mas sua função ainda vai mais além: a ocitocina, assim como a adrenalina, é um hormônio extremamente contagiante, portanto todas as pessoas envolvidas no nascimento também apresentam elevados níveis de ocitocina durante e logo após o parto. Isso reforça o vínculo entre essas pessoas o que, se o ambiente do parto for um ambiente familiar, é muito benéfico para todos os envolvidos. Foto tirada por mim mesma! #geestavida #partonormal #partonaagua #partonormal #partonaagua #geestavida
・・・ DESENCOSTE! Observe como temos o hábito de nos apoiar nas "paredes" internas de nosso corpo: Apoiamos na parte anterior da pelve, nos flexores do quadril. Apoiamos nas paredes laterias dos quadris "descansando" em cima da região do glúteo médio ( e, em geral, sempre do mesmo lado). Apoiamos na parede da barriga. Apoiamos atrás dos joelhos hiperestendendo as pernas. Apoiamos também nos maleolos mediais ou laterais, desabando nossos tornozelos. Se nos damos conta de que nosso corpo tem seu potencial de contração sempre dentro de uma estrutura fascial que é elástica, quando nos penduramos nessas estruturas elásticas, elas vão perdendo sua tensão, seu potencial elástico. É como se deixássemos de ter therabands cinzas mais fortes nos estruturando e passássemos a ser aquelas amarelinhas frágeis. É como se fôssemos um grande balão elástico que está meio vazio. Murcho. Vamos respirar vamos deixar ventar por dentro, içar nossas velas, encher nosso balão pessoal de ar. Vamos ganhar volume, tensegridade, alongamento Axial. Mover utilizando Todo o espaço que nos é de direito dentro de nossa estrutura corporal. DESENCOSTE DAS PAREDES E FLUTUE E NAVEGUE! #Repost @silviagomespilates #gestavida #movimentoorganizado #pilatescomamor #movimentoorganico #movimentoorganizado #repost #gestavida #pilatescomamor #movimentoorganico
Percebo que muitas pessoas estranham quando falo que eu durmo com Toshi no nosso quarto de casal e Akira dorme com Hiro no quarto dos meninos... . Isso nunca prejudicou nossa relação em nada! . Muito pelo contrário! . Nossos filhos dormem bem, nós ficamos bem!! . E adoramos ficar grudadinhos neles (essa fase daqui a pouco passa e eles que não vão querer a gente no quarto deles). .... Muito se crucifica a cama compartilhada com a ideia de que prejudica a intimidade e a sexualidade do casal. Em primeiro lugar, precisamos entender que um casamento com filhos pequenos passa por diversas transformações e a sexualidade - libido, frequência, disponibilidade de partes do corpo como os seios - é uma das áreas mais impactadas. Independente se o filho dorme junto ou não. Até porque, é possível ter relações sexuais em qualquer lugar, não só na cama do casal. Aqui, há que se ter paciência consigo e com o outro, muita parceria, conversas francas e vontade de se reinventar para curtir a fase da vida com aquilo que ela oferece. Mãe se tem algo que corrói as relações, causa rupturas e afastamento de forma inegável... é o uso (excessivo) das telas, principalmente do celular. Um casal com filhos pequenos precisa de conexão entre si, precisa de estreitar os laços mesmo com tão pouco tempo disponível e com o cansaço além da conta. Precisa se olhar, se ouvir, ter desejo de estar junto, senão fica difícil reconstruir a relação após tantas mudanças depois da chegada dos filhos. Às vezes o celular entra como distração, como forma de respirar um pouco fora do mundo materno e paterno, isso é super compreensível. E é preciso ficar atento, porque o celular aproxima quem tá longe, mas é danado pra afastar quem está perto. Como está aí na sua casa? Tem celular entrando em cena quando poderiam estar conversando? Ou namorando? Ou se curtindo? Vamos conversar mais sobre isso? Conta aqui nos comentários e marca quem precisa entrar na conversa também! ♥️ Tamira Viana #Repost @entrenosmaesepais #gestavida #ocasamentodepoisdosfilhos #educacaoconsciente #casamento #usoexcessivodetelas #usoexcessivodetelas #repost #casamento #gestavida #educacaoconsciente #ocasamentodepoisdosfilhos
Veja que exemplo da inteligência da natureza. Sabia que o corpo dos animais, todos eles, se adapta conforme a situação em que ele se encontra? ⠀ ⠀ Você já ouviu falar naquelas histórias de pessoas que diante de situações muito estressantes, acabam "ligando uma chavezinha" que as faz correr muito mais rápido, demonstrar força fora do comum ou agir sem pensar, como que por instinto?⠀ ⠀ Esse tipo de reação acontece quando nos deparamos com situações que nosso cérebro interpreta como PERIGO. O sistema nervoso sinaliza então que temos duas opções: lutar ou fugir. E é aí que a fisiologia entra em cena, provocando alterações para que esses cenários sejam possíveis. ⠀ ⠀ Existe uma liberação intensa de cortisol (hormônio do estresse), adrenalina, desvio dos fluxos sanguíneos para braços e pernas e aumento dos batimentos cardíacos. ⠀ ⠀ Agora vamos pensar: numa situação, VERDADEIRA, em que o corpo se prepare para "lutar ou fugir"... dar à luz seria a ÚLTIMA coisa que o corpo pensaria em fazer, não é verdade?⠀ ⠀ A própria produção de cortisol acaba atrapalhando a produção de ocitocina (que estimula as contrações mais potentes), fundamental no trabalho de parto. Sem falar no desvio já comentado do fluxo de sangue que deveria neste momento estar oxigenando o útero! ⠀ ⠀ O medo atrapalha o parto. A mãe fica nervosa, sua fisiologia inteira se modifica para responder àquela sensação. ⠀ ⠀ Daí a importância de trabalharmos, desde cedo, o emocional dessa gestante. Prepará-la, informá-la ao máximo. Realizar exercícios de relaxamento, musicoterapia, afirmações positivas, cercá-la da família, de amigos, de carinho e compreensão. ⠀ ⠀ Tudo para que no momento do parto, essa mãe esteja tranquila para que seu corpo tenha as condições de fazer o que sabe de melhor. ⠀ ⠀ Marque a futura mãe que precisa saber disso nos comentários! ⠀ #Repost @domingosmantelli ⠀ Dr. Domingos Mantelli⠀ Ginecologista, Obstetra, Papai da Giulia e da Isabella!⠀ CRM-SP: 107.997 | RQE: 36618⠀ domingosmantelli.com.br⠀ ⠀ Foto @plumafilmes #obstetricia #partonormal #partocesarea #saude #gestavida #saude #repost #gestavida #obstetricia #partocesarea #partonormal
Serenidade ao parir é o que temos!!! . O que pode fazer para parir assim? . Esperar o momento certo de fazer força! . Encontrar a posição que deseja parir! . Ser Abraçada e acolhida por pessoas que acreditam em você ! . #Repost @samdoula with @get_repost ・・・ Essa é a foto mais linda e verdadeira sobre "como um parto respeitoso pode ser" que você vai ver hoje.⠀ Muita gente associa o parto normal a dor e sofrimento, principalmente no momento em que o bebê sai pela vagina. Mas repara bem, olha de novo na expressão dessa mulher. ⠀ ⠀ Foto incrível, amazing photo by @lindseymeehleis⠀ #gestavida ⠀ #repost #gestavida
Eis o estado da arte da gravidez na altura das 34 semanas: . * você só tem 5 trocas de roupas que ainda servem; . * é inevitável o andar "dez para as duas"; . * sua cabeça ainda acredita que você pode fazer as coisas na mesma velocidade, mas seu corpo diz que não; . * as pessoas na rua olham pra vc e dizem "já está quase hein! " . * a distância entre um carro e outro no estacionamento é bem menor que o espaço ocupado por sua barriga; . * por alguns momentos vc se esquece que carrega uma barriga imensa e tenta passar em pequenos espaços, resultado: encalha!; . * dormir já não é tão prazeroso como antes, mas as pessoas ainda insistem que vc deve aproveitar e dormir muito; . * sua costela passa a ser a primeira bola de futebol do seu filho; . * sentar e levantar serão como os agachamentos que você fazia até o chão com muito esforço na academia; . * você passa a conversar com sua barriga com voz de criança e não se sente nem um pouco ridícula por isso; . * e mesmo com tudo isso, você se sente na sua melhor fase, a mulher mais linda do mundo, passa horas observando o bebê mexer e acreditem, consegue amá-lo mais do que tudo. . É, um filho coloca tudo e todos em seu devido lugar! Por @larissazanin82 . Foto @fotografiathiagosarnaglia #gestavida #gravidez #reflexoes #gestante #reflexoes #gravidez #gestante #gestavida
Compreender o puerpério não é tarefa simples. É tudo novo. Feito mágica: uma transformação. Corpo que muda, alma que transforma. O coração acelera só de imaginar o choro que está por vir. O peito enche só de ouvir o choro que veio. O bebê muitas vezes descoordena na mamada e segue a sinfonia. E o coração dispara mais uma vez: “o que estou fazendo de errado? Por que nada parece dar certo?!” O cansaço grita, mas a voz cala. O bebê continua a chorar. O bebê segue sem dormir... Essa mãe cansada resolve chorar sozinha, muitas vezes com lágrimas contidas. Ela não sabe todas as respostas e tem inúmeras perguntas, tudo isso paira no ar. E aí se instala um ciclo. Medo, cansaço, insegurança = puerpério. E se ninguém intervém, se não há rede de apoio... O ciclo perpetua. Medo, cansaço, insegurança = perpetua, puerpério. Tudo muda, de repente. O ciclo perpetuado, até que de repente alguém chega para essa mãe e diz: “tudo muda, de repente, mas eu estou aqui”. 🙏🏻❤️😊 . . Estar presente é o maior presente que uma recém mãe pode ter. Rede de apoio é tudo. #maisamor #bomdia #sororidade Texto: Dra Daniela Mendes Martins @pediatria_objetiva Foto: @4thtribodies Marque uma gestante ou puérpera e seja a rede de apoio dela. ❤️😍 #sororidade #bomdia #maisamor
Hoje chegamos ao final de um ciclo. Depois de quase dois anos de parceria me despeço desse lugar incrível, onde conheci pessoas maravilhosas e profissionais super competentes, para poder me dedicar exclusivamente ao meu espaço,@bemzenestetica. Primeiramente gostaria de agradecer à toda equipe @gestavida que sempre me acolheu tão bem, em especial à Thaís e a @leticiariosfisio❤️. Quero agradecer também à todas as clientes que passaram por mim, gravidinhas ou não, e dizer que levo um pedaço de cada uma de vocês comigo! Foram tantas conversas e tanta troca de experiência, que o único sentimento que eu tenho hoje é GRATIDÃO! Muito obrigada mesmo por tudo! #gratidao #gestavida #bemzenestetica #gestantes #bemzenestetica #gestantes #gratidao #gestavida
Por Crescer online Uma atitude que milhares de pais pelo mundo - pelo menos os que vivem em países ensolarados na maior parte do tempo, como o Brasil - já fizeram algo simples, sem saber que estavam colocando os filhos em perigo: proteger a criança no carrinho com uma fralda de pano ou toalha. Pesquisadores na Suécia chegaram à conclusão de que mesmo um pano bem fino pode não ser tão efetivo para criar uma sombra e ainda colocar a criança em risco. A explicação é que o tecido cria uma espécie de forno em volta do bebê, já que reduz a circulação de ar que chega até ele. Bebês são mais sensíveis ao calor do que as crianças mais velhas ou adultos e a temperatura corporal deles pode aumentar de três a cinco vezes mais rápido. Na infância, suamos menos, o que reduz a capacidade do corpo de se refrescar. Além disso, o organismo gera mais calor durante os movimentos. Assim, há risco de superaquecimento. Ao chegar a 40ºC, o corpo pode apresentar lesões renais ou cerebrais. Svante Norgren, pediatra sueco, explica o que acontece quando os pais colocam um pano sobre o carrinho, em um passeio ao sol. "Fica extremamente quente ali dentro, como se fosse uma garrafa térmica Há também má circulação do ar e é difícil ver como o bebê está", disse o médico do Hospital infantil de Astrid Lindgren, em Estocolmo, em entrevista ao jornal sueco Svenska Dagbladet . Os responsáveis pela condução do experimento deixaram o acessório sob o sol das 11h30 até às 13h em um dia quente. Sem algo para cobrir o carrinho, a temperatura chegou a 22ºC. Uma cobertura fina foi colocada e, depois de 30 minutos, o termômetro marcou 34ºC. Uma hora mais tarde, a temperatura chegou a 37ºC. Quais cuidados devo tomar? Gabriela Freitas, coordenadora nacional da ONG Criança Segura, explica que usar tecidos para proteger o bebê do calor tem um prejuízo duplo para saúde do filho. “Essa prática proporciona um local pouco arejado e sem circulação de ar, aumentando o risco de sufocamento. Além disso, com a exposição ao sol o ambiente fica muito quente, o que pode causar desidratação". Tomados todos os cuidados, ao sair com a criança, os pais devem prestar atenção na quantidade de suor e verificar a temperatura d
Hoje foi dia de preparar casais muito especiais para um dos primeiros grandes desafios da maternidade, o aleitamento. . No curso foram passadas informações teóricas de extrema relevância para a compreensão do processo do aleitamento e principalmente informações práticas fundamentais para o sucesso dessa grande jornada. . Quer se preparar bem para essa fase tão fundamental da maternidade? . Venha fazer o próximo curso conosco. . #aleitamentoexclusivo #livredemanda #consultoriaemaleitamentomaterno #leticiacruz #livredemanda #leticiacruz #consultoriaemaleitamentomaterno #aleitamentoexclusivo
Voz da mãe reforça desenvolvimento de bebês prematuros Mesmo com a certeza de que ele não vai entender, converse com seu filho prematuro. É o que recomenda um novo estudo publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences. Ele indica que bebês prematuros se beneficiam de ouvir o som da voz da mãe. A fala materna ajuda o bebê a superar suas dificuldades de desenvolvimento neurológico. “O desenvolvimento cerebral é moldada por experiências sensoriais dos primeiros períodos da vida”, escreveram os autores do estudo. O estudo acompanhou 40 bebês nascidos com entre 25 e 32 semanas de gestação – considerados muito prematuros. Os pesquisadores examinaram o cérebro dos pequenos na data do nascimento e um mês depois. Parte dos bebês foi exposta a gravações de suas mães cantando cantigas de ninar, bem como a registros sonoros da batida do coração das mamães durante 3 horas por dia. Aqueles bebês expostos a gravações da voz da mãe enquanto estavam na incubadora durante o período apresentaram córtex auditivos mais desenvolvidos. Pesquisas anteriores relataram que a partir de 25 semanas o bebê já consegue reconhecer o som da voz da mãe e apresentar respostas a ele. Agora, a pesquisa deve prosseguir verificando se a voz do pai ou de outras pessoas produzem o mesmo efeito positivo. Hoje, 15 milhões de bebês nascem antes da hora anualmente no mundo. Cerca de 1 milhão não sobrevive. Bebês prematuros têm mais risco de desenvolver problemas de audição ou de linguagem devido a dificuldades de desenvolvimento neurológico. Fonte: Brasil Post e News Science Mag #gestavida #prematuro #gestante #posparto #posparto #prematuro #gestante #gestavida
Muitas vezes, quando o bebê nasce, a mãe fica se perguntando como um bebê tão grande cabia dentro da barriga??? . Olha a resposta aí no vídeo!! . Ficam tão apertadinho!! Esse nasceu dormindo!! . Coisa mais linda!!!! . Marque sua amiga grávida!! E o papai também!! #Repost @dradaniellenegri with @get_repost ・・・ Atendendo a pedidos, parto empelicado de hoje no momento da rotura da bolsa amniótica ! Lembrando que a hora do nascimento é marcada pelo momento em que o bebê sai da barriga da mãe, mesmo que dentro da bolsa ! ❤️👶🏻 @dravivianemonteiro #gestavida #pediatria #neonatologia #saudeinfantil #partogemelar #lucas #theo #perinatal #lovemyjob #partogemelar #gestavida #lucas #saudeinfantil #pediatria #perinatal #repost #theo #neonatologia #lovemyjob
・・・ E a vergonha alheia de saber que existem doulas fazendo algo que não é da função delas? 😩😩😩 Gente, doula NÃO FAZ preparo perineal, NÃO FAZ massagem perineal, NÃO FAZ Epi-no!! Preparo muscular é função da fisioterapia pélvica/obstétrica! Você chamaria sua doula pra cuidar do seu joelho que está fraco? Um ombro lesionado? Uma coluna zoada? Então, jovem! Não confunda as coisas!! 😆😆 #Repost @fisiolah with @get_repost #fisiopelvica #fisioobstetrica #preparoparaoparto #partonormal #gestavida #partohumanizadocampinas #fisiopelvica #repost #gestavida #partohumanizadocampinas #partonormal #fisioobstetrica #preparoparaoparto
Você sabe o que é Breast Crawl? . É o ato do bebê rastejar até o peito da mãe após o nascimento. O bebê encontra o caminho para mamar sozinho, sem nenhuma necessidade de ajuda. Pode parecer difícil de acreditar, mas muitos bebês, quando colocados no peito da mãe após o nascimento, vão até o peito e se agarram sem qualquer tipo de ajuda. Assim que seu bebê nascer, coloque-o pele a pele no peito. Certifique-se de que você está semi-reclinado ou descontraído. Deixe seu corpo apoiar seu bebê e use suas mãos e braços para garantir que seu bebê não saia do seu peito. Certifique-se de tocar seu bebê e acariciá-lo gentilmente, e protegê-lo de quedas. A Academia Americana de Pediatria recomenda contato direto pele a pele imediatamente após o parto até a primeira mamada ser realizada. Também deve ser encorajado durante todo o período pós-parto. Os rastejamentos persistem pelo menos nos primeiros 30 dias de vida do bebê e são desencadeados por uma posição propensa - com a face para baixo - no peito da mãe semi-reclinada. Mantenha esta ferramenta em mente para as mamadas durante o primeiro mês! Carolina Alves - Psicóloga, Doula do GestaVida Parceria: @gestavida e @momvibes.official #maternaluz #amamentação #horadeouro #breastcrawl #obstetricia #gestavida #breastcrawl #amamentação #maternaluz #horadeouro #gestavida #obstetricia
O que faz um pai quando sai sozinho com o seu bebê e se depara com a seguinte situação: o filho com a fralda com cocô vazando até as costas e o trocador exclusivamente no banheiro feminino? Se está de carro, muitos trocam no banco do veículo, outros juntam algumas cadeiras e há aqueles que se viram e trocam em qualquer cantinho – até no chão se preciso for. Sim, é terrível, nada confortável e apropriado. Tem pai que quando enfrentou essa dificuldade não hesitou e invadiu o banheiro feminino para trocar a fralda do bebê. O ilustrador Rodrigo Bueno, 36, diz que isso já aconteceu várias vezes. Pai das gêmeas Iolanda e Margarida, 2 anos, conta que agora está mais fácil pois as meninas estão maiores, mas que não hesitou em usar o trocador no banheiro das mulheres. “A reação delas era de me apoiar, algumas ofereciam ajuda. Sempre entenderam a minha situação de pai”, comenta Rodrigo, que usa as charges para contar a sua rotina com as meninas. O ilustrador, que fez a charge especialmente para o blog Mães de Peito, lançará um livro contando as suas aventuras com a sua duplinha. Rodrigo, assim como muitos pais de hoje em dia, trabalha em casa e fica a maior parte do tempo com as gêmeas já que é a mulher quem trabalha fora. Rodrigo comenta que divide seu tempo para trabalhar e os cuidados com as meninas. “Uma vez um amigo brincou que virei babá das crianças, falei que não. Que tinha virado pai. Esses preconceitos nunca me atingiram. A grande maioria admira como resolvemos as coisas aqui em casa”, afirma. Assim como Rodrigo, a nova geração de pais é bem diferente da dos nossos pais ou avós. Os cuidados com os filhos para não serem terceirizados precisam ser compartilhados, ou seja, pai também dá banho, troca fralda, brinca, prepara ou pelo menos serve o almoço ou o jantar da garotada. As partes mais difíceis como educar, impor as regras e limites também fica a cargo dos dois em casa. Ao sair de casa, no entanto, a sociedade machista em que vivemos parece ainda não estar pronta para os pais que dividem os cuidados dos filhos. Como não? Basta ir a um restaurante, padaria ou em qualquer loja de departamento e procurar o fraldário. #gestavida #posparto #posparto #gestavida

social media share